Ônibus de deputado do PT é acusado de furtar energia em praça pública de São Bernardo --> --> -->
-->


 

ABCD - 18/03/2024 - 19:01:16

 

Ônibus de deputado do PT é acusado de furtar energia em praça pública de São Bernardo

 

Da Redação .

Foto(s): Reprodução

 

Õnibus de Luiz Fernando flagrado em possível furto de energia em praça pública

Õnibus de Luiz Fernando flagrado em possível furto de energia em praça pública


A Guarda Civil Municipal, GCM, de São Bernardo, foi acionada na segunda-feira, 18, para apurar se ônibus de um pré-candidato a prefeito, do PT, atual deputado estadual, estivesse atuando no furto energia elétrica de áreas públicas ou não, e se efetuaram o "pagamento do preço público", junto à prefeitura da cidade. O carro é do deputado estadual Luiz Fernando Teixeira, PT, que disputa a prefeitura da cidade nas eleições de 2024.

Boletim de Ocorrência (B.O.) foi realizado e nele consta que a GCM foi acionada às 11h40 do dia 18. na praça Domingos Vanzella, no Jordanópolis, onde foi notado que havia um cabo elétrico ligado (tomada) de forma a ligar a praça (pública) ao referido ônibus. Perito técnico analisará a referida tomada. Um histórico do ônicus será investigado para saber se houve, ou não, "modus operandi", sem o conhecimento ou prévia autorização da prefeitura, na ação em questão.

O medidor de energia não detectou, naquele momento, nenhuma infração no local, mas deverá ser aguardado o resultado da investigação após perícia técnica.

O referido ônibus, que foi flagrado nesse provável delito, exibia o anúncio estampado (ver a foto) de Luiz Fernando Teixeira, PT, e, o motorista teria informado que ele era utilizado no projeto "Desenrola São Bernardo", ligando-o ao "Desenrola Brasil", do governo federal. O programa de renegociação de dívidas do governo Lula (PT) estaria, de certa forma, sendo utilizado pelo deputado para "pegar carona" em um programa social de grande repercução. Apesar de não estar pedindo voto em material estampado no ônibus, não impede que, eventaulmente, tal ocorra durante o evento. "A configuração da propaganda eleitoral extemporânea exige pedido explícito de voto, não possuindo tal aptidão a mera alusão a gestões, com enaltecimento de obras, projetos, qualidades do pré-candidato e outras condutas de divulgação da plataforma política. (TSE)".

O deputado do PT afirmou, via nota, que a acusação é “meramente eleitoreira e sem nenhum tipo de fundamento”, porém, não explicou ou apresentou, documentos que demontrassem que o preço público ou autorização expressa da prefeitura do município estva ciente e a devida utilização da energia para uso no caso expecífico.

O deputado Luiz Fernando Teixeira, PT, finalizou informando que “Lamentamos que um projeto social e de utilidade pública seja desvirtuado por conta de uma eleição. Tomaremos as medidas judiciais cabíveis para desmentir informações caluniosas”.

Nota da prefeitura  sob a gestão do prefeito Orlando Morando, PSDB, afirmou que a GCM “flagrou furto de energia” na manhã desta segunda-feira e que a infração “estava sendo praticada por um grupo de pessoas que trabalhava em um ônibus propagado e de propriedade do deputado Luiz Fernando Teixeira”. E complementa informando, ainda, que “os infratores foram qualificados” e “o local foi preservado pela Guarda Civil Municipal, GCM, para perícia”. “Os fatos registrados serão encaminhados para Procuradoria-Geral do Município para as medidas cabíveis”, conclui a nota.

* Com informações da PMSBC, Jornal Metrópoles e Delegacia de Polícia

;

Links
Vídeo


Últimas Notícias



De 71 países, apenas 2 e União Europeia não criminalizam desinformação


Arrecadação federal bate recorde em março


Camex estabelece cota de importação para 11 produtos de aço


Dólar cai para R$ 5,13 com redução do pessimismo externo


Governo facilita crédito e renegocia dívidas de pequenos negócios


Não houve invasão externa em sistema do Tesouro, diz Haddad