-->


 

Nacional - 28/12/2011 - 22:22:09

 

MPF-CE pede que Inep divulgue critérios de correção do Enem

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 

Muitos candidatos questionam as notas publicadas na semana passada. O pedido foi feito na segunda-feira.

Muitos candidatos questionam as notas publicadas na semana passada. O pedido foi feito na segunda-feira.


O Ministério Público Federal no Ceará (MPF-CE) pediu em uma ação civil pública que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) explique os critérios de correção das provas objetivas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Muitos candidatos questionam as notas publicadas na semana passada. O pedido foi feito na segunda-feira.

O Inep afirma que a nota do Enem é calculada na Teoria da Resposta ao Item (TRI), que classifica o valor das questões de acordo com três critérios: Poder de discriminação ("capacidade de um item distinguir os estudantes que têm a proficiência requisitada daqueles quem não a têm", segundo nota do instituto divulgada no dia 22); grau de dificuldade; possibilidade de acerto ao acaso (chute).

Contudo, segundo o Inep, o instituto precisa explicitar o conteúdo dos critérios de avaliação - por exemplo, ao deixar claro quais são as questões consideradas difíceis e quais são as fáceis.

;

Muitos candidatos questionam as notas publicadas na semana passada. O pedido foi feito na segunda-feira.

Muitos candidatos questionam as notas publicadas na semana passada. O pedido foi feito na segunda-feira.

Muitos candidatos questionam as notas publicadas na semana passada. O pedido foi feito na segunda-feira.

Muitos candidatos questionam as notas publicadas na semana passada. O pedido foi feito na segunda-feira.

Links
.
.
Vídeo


Últimas Notícias



Prefeitura de São Bernardo promove 1ª Feira de emprego para jovens de 16 a 22 anos


Rússia é banida por doping e está fora de Tóquio 2020 e de Mundiais


Receita abre consulta ao 7º lote de restituição do Imposto de Renda


Bumba Meu Boi pode se tornar patrimônio imaterial da humanidade


Bolsonaro pede revogação de medida que excluiu atividades de MEI


STF aprova compartilhamento total de dados financeiros da Receita Federal com o MP sem autorização judicial