-->


 

Nacional - 15/09/2018 - 06:04:00

 

3,6 milhões de títulos de eleitor no país foram cancelados por não fazer o cadastro biométrico

 

Da Redação .

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 


Ao menos 3,6 milhões de brasileiros não poderão votar nas eleições de 2018 porque não fizeram o cadastramento biométrico e tiveram seus títulos eleitorais cancelados. É o que mostra um levantamento feito com base em dados de tribunais regionais eleitorais (TREs) de todo o país.

O número diz respeito aos eleitores de 862 cidades de 17 estados que passaram por revisão biométrica obrigatória entre 2017 e 2018.

No total, 1.244 de 22 estados participaram da revisão 2017-2018, mas os TREs de 5 estados (Espírito Santo, Paraíba, Pernambuco, Roraima e Rondônia) não informaram quantos títulos foram cancelados. Os demais estados e o DF já haviam feito a revisão biométrica em anos anteriores (no Amazonas, o processo não foi obrigatório).

O prazo para registrar as digitais para as eleições deste ano acabou no primeiro semestre. O eleitor que não respeitou o prazo de seu estado e que não regularizou sua situação até o dia 9 de maio teve seu título cancelado. O cadastro eleitoral vai ser reaberto em 5 de novembro.

No total, 73,7 milhões, 50% do eleitorado apto, vão votar usando a biometria nas eleições de 2018.

Biometria
;

Links
Vídeo


Últimas Notícias



Justificativa eleitoral pode ser feita pela internet


Vagas do Mais Médicos são reabertas


Maioria do TSE rejeita ação do PT contra Bolsonaro


Conselho de Ética arquiva representação contra deputados petistas


Onyx apresenta lista dos 22 ministérios do governo Bolsonaro


Receita e PF apreendem mais de 285 kg de cocaína no Porto de Santos