Santo André economiza R$ 638 mil com política de eficiência energética


 

ABCD - 04/10/2017 - 16:29:23

 

Santo André economiza R$ 638 mil com política de eficiência energética

Santo André economiza R$ 638 mil com política de eficiência energética

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Ricardo Trida / PMSA

 

Unidade de Gestão Energética Municipal

Unidade de Gestão Energética Municipal


Após nove meses do início da implementação de políticas de eficiência energética nos equipamentos públicos, Santo André conseguiu uma economia de R$ 638 mil com treinamento, capacitação e um preciso diagnóstico energético de consumo. A economia é fruto do trabalho da Unidade de Gestão Energética Municipal (UGEM), parceria formada entre a Prefeitura, a AES Eletropaulo e a empresa de consultoria Facto Energy.

O treinamento com servidores de diversas secretarias e autarquias municipais possibilitou a realização de ações eficientes e concretas de redução de consumo, como a troca de todo o sistema de iluminação dos andares do Paço. Para Roberto Velásquez, sócio diretor da Facto Energy, um importante ponto deste trabalho foi o levantamento de indicadores de consumo das cabines primárias de energia da cidade. “Tivemos com isso uma medida de como o consumo se dá em diversas unidades, da educação até a saúde, medindo o gasto por quilowatt hora por cada aluno na escola ou por atendimentos realizados em unidades de saúde”, pontua.

Velásquez cita ainda que alguns equipamentos tinham um gasto superior à média dos demais. “Em algumas Emeiefs (Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental), por exemplo, medimos 83 quilowatts hora por aluno, em outras, 23 quilowatts. Com isso começamos a colocar uma lupa em situações como esta, o que nos permitiu realizar um estudo detalhado destes apontamentos. Primeiro visitamos estes locais que estavam fora do padrão de consumo das demais para entender a realidade destes equipamentos públicos. Com isso foi possível comparar a performance e aplicar medidas redutoras de desperdício de energia elétrica”, finaliza.

Para o prefeito Paulo Serra, presente na certificação dos servidores da UGEM, muitas outras medidas podem ser tiradas do papel para reduzir o desperdício de energia nos próprios públicos. “Colhemos aqui bons frutos, que poderão ir para a prática dentro da visão da eficiência energética do município. Santo André é a primeira cidade da região que tem um plano de eficiência energética consolidado, por conta da grande necessidade na questão da economicidade de recursos. Estamos colocando a casa em ordem, recuperando a capacidade de investimento, para que o recurso economizado seja gasto corretamente, fazendo o serviço público melhorar”, frisa o prefeito. 

A Unidade de Gestão Energética Municipal realizou, desde fevereiro, 16 encontros com mais de 44 horas de capacitação dos servidores, além da consolidação de um importante estudo detalhado do consumo energético para entender a realidade dos gastos da Prefeitura, medindo inclusive como estes custos se comportavam ao longo do tempo. Do gasto anual projetado no começo deste ano, R$ 29 milhões, as maiores despesas estão distribuídas nas pastas de Manutenção e Serviços Urbanos, seguida da Educação e pela Saúde. A iluminação pública é responsável por 64% do consumo da cidade.

A UGEM planeja ações futuras, em um prazo de cinco anos, para alcançar uma eficiência energética cada vez maior nos equipamentos públicos. Com 15 projetos futuros, que variam um investimento de R$ 7 mil até R$ 8 milhões, será possível investir na modernização dos grupos focais semafóricos, que tenham menor consumo, instalação de uma célula fotovoltaica na Craisa, que conseguiria suprir 35% do consumo do local, além da troca de toda a iluminação dos andares do Paço, que é desligada todos os dias a partir das 19h.

 



;

Links
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias



Enem: temas de atualidade são tão importantes quanto conteúdo aprendido em aula


Caetano Veloso processa MBL e Alexandre Frota por ser chamado de pedófilo


Espanha decide destituir presidente da Catalunha e convocar eleição regional


Tropicália 50 anos: A história do movimento que marcou a cultura nacional


Senacon investigará aéreas por dizer que bagagem cobrada baratearia passagens


IGP-M acumula deflação de 1,3% em 12 meses