Economia - 23/06/2003

 

Empresários brasileiros miram a maior rede varejista do mundo

Empresários brasileiros miram a maior rede varejista do mundo

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 


A Wal-Mart, maior rede de supermercados do mundo, está na mira de empresários brasileiros. O motivo é simples: a companhia, que faturou US$ 56 bilhões no primeiro quadrimestre do ano, tem uma vastíssima rede de lojas nos Estados Unidos, com mais de 3.300 pontos de venda, e pode servir como porta de entrada para vários produtos brasileiros. Uma comissão, formada por 22 representantes dos setores cosméticos, móveis, calçados, frutos do mar, peixes, frutas, café, confecções, perfumes e comidas rápidas e que acompanha a viagem oficial do presidente Lula e ministros, reúne-se hoje com dirigentes da megacorporação para apresentar seus produtos, na tentativa de fechar negócios. O encontro está sendo intermediado pelo o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan. Em viagem anterior aos EUA, no começo de junho , o ministro fez contatos com a Wal-Mart para apresentar propostas de intercâmbio comercial. Está agendada, também, a participação de 642 empresas brasileiras em 20 eventos e feiras internacionais americanas durante este ano. Ontem, em Washington, Furlan assinou um acordo na Câmara de Comércio dos Estados Unidos, criando o Programa de Promoção Comercial nos Estados Unidos, que será implementado por uma parceria entre a Agência de Promoção de Exportações do Brasil (Apex) e o Brasil Information Center. ;

Links
.
.
Vídeo


Últimas Notícias




Comunicação de venda de veículo cresce 415% com serviço via cartório


Monica Iozzi será protagonista na nova série 'Vade Retro' da Globo


Trabalhadores podem consultar informações sobre abono salarial pela internet


Uruguai deixa comando do Mercosul sem transferir presidência para a Venezuela


Lula diz se sentir provocado a disputar eleições de 2018


Lula, Delcídio e mais cinco se tornam réus por tentar obstruir a Lava Jato